Capacitores

INTRODUÇÃO

O capacitor é um componente eletrônico que armazena energia elétrica em um campo elétrico. O efeito do capacitor é conhecido como capacitância. A forma física e construção do capacitor variam bastante e existem diversos tipos de capacitores. A , maioria dos capacitores possuem pelo menos dois condutores elétricos, normalmente em forma de placas, separados por um meio dielétrico.

FOTO DO CAPACITOR

PARA QUÊ SÃO USADOS?

Quando um potencial elétrico(voltagem) é aplicado nos terminais do capacitor, surge um campo elétrico através do dielétrico causando um acúmulo de carga, de sinais opostos, nos dois condutores, como visto na seguinte formula:

Q = CxU

onde:

  • Q = módulo da carga do capacitor, medida em Coulombs;
  • C = Capacitância, medida em Farads(F);
  • U  = Tensão, medida em Volts(V).

Não há passagem de corrente elétrica pelo capacitor quando este estiver carregado e em caso de diminuição ou desaparecimento da tensão externa, surge uma corrente de descarga do capacitor.

Devido a suas propriedades, eles podem ser usados para diversos fins, como por exemplo:

  • Filtragem de sinais
  • Redução de ruídos
  • Telas capacitivas
  • Bloqueio de corrente continua, enquanto permitindo passagem de corrente alternada
  • Armazenamento de cargas temporárias
  • Aplicações que requerem pulsos de energia

COMO ESCOLHER

A maior parte dos capacitores têm números impressos em seus corpos, que indicam suas características elétricas, capacitores maiores, como os eletrolíticos, costumam mostrar a capacitância junto com a sua unidade, por exemplo, 220mF. Já os menores, como os de cerâmica, costumam usar uma notação simplificada, com 3 algarismos e uma letra. O algarismos indicam a capacitância em pF(pico Farads), calculada por XYx10 elevado a Z, onde os algarismos são respectivamente X, Y e Z. A indicação de tolerância normalmente é J, K ou M, que representam, respectivamente, +-5%, +-10%, +-20%.

Adicionalmente, o capacitor pode apresentar a seus limites de voltagem e temperatura de operação e outras características relevantes.

Por exemplo, um capacitor com 473K e 330V têm uma capacitância de 47x10 elevado a 3 pF, com tolerância de +- 10% e uma máxima tensão de operação de 330V.  

ASSOCIAÇÃO DE CAPACITORES

Muitas vezes você não possuirá um resistor com o valor de resistência necessário, mas não se preocupe ainda é possível obter um valor próximo associando resistores e obtendo uma resistência equivalente. Existem duas principais maneiras para associar resistores:

Associação em série

Os resistores têm a mesma tensão elétrica

FOTO ASSOCIAÇÂO SERIE

O inverso da resistência total de uma associação de n resistores, Req, é calculado pela soma dos inversos das resistências de cada resistor:

1/Req = 1/R1 + 1/R2 + 1/R3 + … + 1/Rn

Associação em paralelo

 

Os resistores têm a mesma corrente elétrica

FOTO ASSOCIAÇÂO PARALELO

A resistência total de uma associação de n resistores, Req, é calculada pelo somatório das resistências de cada um:

Req = R1 + R2 + R3 + … + Rn